O Sindspef promoveu ontem (14), em sua sede, Assembleia Geral Ordinária que ratificou os novos membros da Diretoria do sindicato que ocuparão os cargos que ficaram vagos desde o ano passado devido à renúncia de seus diretores titulares.

Respaldados pelo Artigo 47 do Estatuto, assumiram os cargos, pela ordem, os seguintes servidores:

Ewerton Luiz – Vice-Presidente;

Márcio Vilela – Tesoureiro;

Alex Alves – Diretor de Valorização;

Nivia Angélica – Diretora Institucional;

Viviane Ribeiro – 1° Secretária Geral;

Karla Amaral – 2° Secretária Geral.

Na ocasião, a presidente do Conselho Fiscal (CF), Izidia Miguez, anunciou oficialmente a sua renúncia. Portanto, também como prevê o Estatuto, foram elevadas à titularidade do CF as servidoras suplentes, Clerineia Assumpção e Janile Arcênio. Em votação, foram eleitas para compor o CF as servidoras Ana Maria Oliveira, como titular, e Roseli Amaral, suplente.

Na reunião, os servidores tiveram a oportunidade de conhecer a nova e ampla sede do Sindspef além de ficarem cientes da saúde financeira do sindicato em relatório detalhado e pormenorizado apresentado pelo servidor e agora vice-presidente Ewerton Luiz.

E uma noa notícia: o rombo financeiro causado pela ex-presidente Rosangela Coelho com o Plano Amigo foi totalmente sanado e todas as contas estão sob controle.

Ainda sobre a ex-presidente, o advogado do sindicato Alexandre Reinol apresentou os dois processos abertos pelo Ministério Público (n° 2018.10067936) e pelo Sindspef (n° 0015132-22.2019.8/190004) contra Rosangela Coelho, nas esferas cível e criminal.

– Entramos num novo tempo de transparência e compromisso real com os servidores. Agradeço muito aos novos companheiros que estão chegando. Sem eles não conseguiríamos dar a volta por cima – disse Leila Elizabeth, presidente do Sindspef.