Por uma Gestão de qualidade e de responsbilidade
Servidoras e Servidores, o SINDSPEF-SG informa que o governo municipal do prefeito Neilton Mulim não respeita a data-base de 1º de março. Desde a implementação da lei 388/13 (PCCS), e um vergonhoso reajuste de 5% em final de 2014 que CONQUISTAMOS com muita luta e resistência, o SINDSPEF-SG junto com a categoria, não têm recebido o reconhecimento pelo trabalho.
Pontuando ainda que somos nós servidoras/res efetivos que estamos na ponta do atendimento aos munícipes com esforços extraordinários, sofrendo ASSÉDIO MORAL, SALÁRIOS DEFASADOS, AMBIENTE DE TRABALHO INADEQUADO, DESVALORIZACÃO PROFISSIONAL, fazendo com que a população tenha um pouco de atendimento adequado. Isso nos deixa indignados, é INJUSTO, DESLEAL, IMORAL sermos tratados com tamanha insignificância. Somos concursados e existem leis que nos protegem. A categoria resistiu ao máximo. Nós servidoras/res efetivos vamos parar no dia 29 e, como sabemos que pelo fato de ter uma grande quantidade de comissionados, o serviço não irá parar, isso mostra a nossa realidade.
“A verdadeira medida de um homem não se vê na forma como se comporta em momentos de conforto e conveniência, mas em como se mantém em tempos de controvérsia e desafio. ”
Martin Luther King