A abertura de processo eleitoral do Sismusg sempre foi uma reclamação antiga dos servidores municipais de São Gonçalo, os quais viam a diretoria daquele sindicato se perpetuar nas mãos do mesmo grupo politico.

Desta forma, após várias denuncias de servidores descontentes com tal situação, o SINDSPEF-SG propôs uma representação em face do Sismusg junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT), a qual foi transformada no inquérito civil n. 000457.2016.01.0006/2-603.

Após a intervenção do MPT, a fim de evitar a propositura de um ação judicial em face dos seus membros diretores, a diretoria do Sismusg aceitou as orientações para a realização de novo pleito eleitoral, o qual terá as suas diretrizes estabelecidas por ocasião de uma audiência a ser realizada no dia 28/03/2017, perante a 3ªVara do Trabalho de São Gonçalo, nos autos do processo n. 0011176-86.2015.5.01.0263.

Com mais esta vitória, o SINDSPEF-SG fortalece o crescimento do movimento sindical em São Gonçalo, por oportunizar a participação de todos dos servidores, de forma democrática, a escolha de seus representantes, destronando um casta que permanecia na direção daquela entidade por mais de uma década.

LEIA TAMBÉM:

Sismusg não sabe para aonde vai dinheiro descontado do servidor