A pauta principal do encontro foi o pedido de abertura de diálogo com a Câmara para debater as pautas e demandas dos servidores do município.

O presidente do Sindspef, Ewerton Luiz, esteve nesta segunda (25) na Câmara de Vereadores em missão oficial com o presidente da Casa Legislativa de São Gonçalo, Lecinho Bredas, e com a procuradora geral do Parlamento, Anna Luiza Perni.

A pauta principal do encontro foi o pedido de abertura de diálogo com a Câmara para debater as pautas e demandas dos servidores do município.

Segundo Lecinho Bredas, a Casa Legislativa está aberta para estimular os debates de interesse dos servidores, e ainda disse receber com muito prazer o Sindspef.

– Mesmo que algumas pautas sejam espinhosas, o debate sempre será garantido – disse Lecinho, que se mostrou amistoso com a instituição e com todas as pautas dos servidores. O presidente do Sindspef destacou nesse primeiro encontro a preocupação com a Mensagem Executiva de reforma previdenciária que poderá chegar à Câmara na volta do recesso. Na proposta está o aumento da alíquota de desconto na folha salarial de 11% para 14%. Ewerton Luiz entregou ao presidente da Câmara um memorando com sugestões a respeito da adoção de alíquota escalonada por faixa salarial.

Lecinho mostrou-se sensível, se comprometendo a se aprofundar no tema e verificar com algumas lideranças políticas e cargos técnicos do governo todas as possibilidades.

A procuradora Anna Luíza Perni, presente à reunião, elogiou o Sindspef e disse conhecer a forma de trabalho do sindicato, que sempre a tratou com respeito e sempre se mostrou muito aberto e conhecedor das pautas da categoria. A procuradora deixou seu gabinete aberto às pautas dos servidores.

O presidente Ewerton Luiz teve uma boa impressão do encontro e acredita numa relação franca e produtiva do Sindspef com a Câmara e desejou sorte a Lecinho Bredas em seu mandato:

– Desejamos boa sorte ao novo presidente da Câmara pelos dois anos à frente de seu mandato. Saio dessa reunião com espírito renovado e confiante na construção de uma relação produtiva com os parlamentares como os servidores nunca tiveram antes – finaliza Ewerton.

#Sindspef #DiretoriaInstitucional #AscomSindspef