Em SP, professor é recebido à bala em protesto
Publicado em CUT
Quando alguns professores grevistas colavam cartazes no portão da Diretoria Regional de Ensino – Leste 3, em Itaquera, foram surpreendidos com um segurança do local que atirou contra eles.
O disparo não atingiu os professores, que registraram um Boletim de Ocorrência (BO). O Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeosp) escreveu um documento explicando o ataque do segurança, que será enviado à presidência da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) e ao Secretário de Educação estadual, Herman Voorwald.
A Secretaria de Educação informou que o segurança é terceirizado e que teria sido afastado após o incidente. “A administração regional destaca que os fatos foram registrados quando o local estava fechado e fora do horário de atendimento e ainda que está à disposição da polícia, que investiga o caso.”