Vereadores e representantes do MP ouvem denúncias de guardas municipais de São Gonçalo
Integrantes da Guarda Municipal de São Gonçalo aproveitaram audiência pública na Câmara dos Vereadores, nesta quarta-feira (04), para fazer uma série de denúncias de assédio moral e perseguição política.
Guardas contaram aos vereadores que as perseguições começaram após a última paralisação por melhores salários e condições de trabalho.
Mas, mesmo com a presença do Ministério Público, alguns servidores foram orientados pelo comando do órgão para deixar a reunião.
“Eles não respeitaram nem a presença do Ministério Público aqui. Isto é uma afronta, um absurdo”, afirmou o vereador Marlos Costa (PT).
O parlamentar defende agora que o comandante da Guarda Municipal, Alberto Ribeiro de Melo, e o secretário de Segurança Pública, Antonio Oswaldo da Silva, sejam exonerados pelo prefeito Neilton Mulim (PR).
Jornal Extra